Celular e Cliente – A perigosa combinação


celular-e-cliente

Essa semana eu assisti uma pequena palestra sobre Mídias Digitais na Faculdade e a pessoa que estava ministrando contou um caso que está cada vez mais comum acontecer.

O caso que aconteceu com ela foi mais ou menos o seguinte:

Fiquei esperando 1 hora e meia na sala de um consultório médico esperando para ser atendida, como não fui, resolvi pegar meu celular e começar a “twittar” para mostrar a todos a minha insatisfação com o que estava acontecendo.

Isso me fez pensar, não seria mais fácil, depois de algum tempo de espera, ela ter ido direto na secretária e perguntar o por que da demora?

Celular e Cliente – A perigosa combinação

Entendo que esses novos meios de se fazer uma reclamação devem serem vistos como um recurso extra para o cliente, algo que se você não conseguiu resolver de outra maneira você deve então “apelar” para as redes sociais.

Mas o cliente não quer saber de nada disso, ele quer comodidade e quer as coisas para ontem. Se não gostou de qualquer coisinha que aconteceu com ele já quer postar pra todo mundo saber. O celular ou qualquer outro meio que sirva para esse fim virou uma arma!

Não quero pagar de santo, até porque eu também acabei de usar o ReclameAqui para solucionar um problema que tive com o Submarino.

Mas a diferença é que primeiro eu tentei resolver ele de outras formas, e como não foi possível, precisei apelar tive que expor a empresa ao ridículo público.

Como dizem por aqui, o consumidor quer mesmo é ver a “poeira subir”.

Azar das empresas que precisam se adaptar a esse novo tipo de consumidor. Sorte dos clientes que podem contar cada vez mais com tecnologias que facilitam a sua vida.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com