Como conseguir o máximo de sua equipe?


equipe-produtiva

Se você é chefe de uma equipe que precisa conseguir resultados de curtíssimo prazo, a conversa com ela precisa direta e franca. Dessa forma, são seis descuidos que você deve evitar:

Não deixar bem claro o que você espera de sua equipe

Como você irá avaliar o desempenho de cada um?

Certamente o seu setor ou a sua empresa tem, ou pelo menos deveria ter, objetivos numéricos, e eles devem ser repassados aos subordinados, de preferência por escrito, para que não surjam dúvidas na hora de fazer a avaliação. Supor que os funcionários deveriam saber fazer exatamente o que só você sabe é um erro muito comum em líderes inexperientes.

Usar dois pesos e duas medidas

Se você já assistiu a alguma partida de futebol na televisão com certeza já deve ter ouvido algum comentarista reclamando sobre a diferença de critérios que o arbitro está utilizando durante o jogo. Isso quer dizer que se um carrinho valeu cartão amarelo para o jogador do time visitante, ele também deverá valer para o jogador do time da casa.

Nas empresas esse princípio também deve ser seguido.

Se você tratou um subordinado de uma maneira, não o trate de modo diferente na segunda vez. Ele ficará confuso se você agir assim e não saberá o que esperar nos próximos encontros. E se você tomar uma decisão com relação a um subordinado, por exemplo, abonar um atraso ou permitir uma falta, a mesma decisão deverá ser aplicada a todos, salvo a exceção dele ter merecido isso através de méritos conquistados, o que nesse caso, valerá uma explicação do líder para o restante da equipe.

Não agir dessa forma é certeza de ser visto como protecionista.

Ser negativo

Se um princípio básico da liderança diz que o líder deve sempre servir de exemplo para a sua equipe, como esperar que os seus funcionários fiquem motivados se eles observam constantemente o seu líder reclamando da crise, dos clientes, dos fornecedores, da sogra, etc?

Outro detalhe importante, uma causa frequente da baixa produtividade de um líder ou equipe é a falta de material que eles precisam para executar os seus trabalhos da melhor forma possível, ou seja, nem sempre as empresas costumam dar aos chefes todas as condições materiais para a execução do trabalho.

Se esse for o seu caso, se você reparar que algo está faltando, peça ao seu superior, mas não reclame da empresa na presença de um subordinado. Isso só gera baixo-astral. Não é fácil criar um ambiente de motivação, mas é muito fácil criar um de falta de motivação.

Chamar a atenção de um subordinado na frente de outro

Ser criticado em público destrói a autoestima ou cria antagonismo, duas coisas que você não deseja em sua equipe. Esse é outro erro bastante muito comum de acontecer com chefes inexperientes. Sobre esse assunto vale seguir as instruções do filósofo Mario Sérgio Cortella: “Elogie em público e corrija em particular. Um líder corrige sem ofender e orienta sem humilhar”.

Não incentivas ideias novas nem permitir que os subordinados possam emitir opiniões

Isso cria um ambiente opressivo que, com o tempo, irá se tornar depressivo.

Finalmente, nunca deixe de se autoavaliar.

Se você concluir que precisa mudar alguma coisa em seu comportamento, mude sem receio. Não é vergonha nenhuma reconhecer que você precisa de ajuda externa, aliás, quase sempre a ajuda de um especialista externo a empresa será a melhor solução nesses casos. Nunca se esqueça de que ser um bom chefe é também uma questão de aprendizado constante e contínuo.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com