Como negar um aumento de salário?


aumento-de-salário

Todo mundo acha que ganha menos do que merece. E alguns resolvem pedir um aumento.

Sendo chefe, você será fatalmente procurado por subordinados que querem ganhar mais. Alguns podem até ter bons motivos, outros podem não ter motivo algum. Na maioria dos casos, porém, você terá de negar o pedido.

Como é que um chefe faz isso?

Começando pelo que seria mais fácil: um documento interno chamado “Plano de Cargos e Salários” evitaria a maioria dos pedidos de aumento fora de hora.

Esse plano define quanto cada uma das funções vale no mercado de trabalho da cidade ou da região e não quanto a pessoa que está executando a função mereceria ganhar.

Ele também prevê os possíveis caminhos para promoções, permitindo que um empregado entenda com clareza onde ele poderá chegar em termos de cargos, dependendo de seu desempenho.

Isso só serve para empresas de grande porte?

É claro que não!

Uma empresa de 20 funcionários pode implantar um plano de cargos e salários. Uma consultoria de recursos humanos faria o trabalho e o valor cobrado seria compensador para o empresário porque o próprio plano iria se transformar num argumento em eventuais discussões salariais.

Mas vamos supor que a sua empresa não tem esse plano.

Nesse caso, os pedidos de aumento variam imensamente em termos de exposição de motivos. Por exemplo, o empregado alega que um conhecido, com uma função igual à dele em outra empresa, está ganhando mais que ele. Ou, o que é pior, o empregado argumenta que as contas estão maiores do que o salário, algo que nenhuma empresa tem condições de discutir.

Há chefes que acabam entrando num beco sem saída, dando palpites no orçamento doméstico do subordinado para tentar mostrar que não é o que o subordinado esteja ganhando pouco, mas que ele está gastando muito.

Há também chefes que, para se livrar da encrenca imediata, respondem que irão ver o que dá para fazer, quando já sabem que nada há que possa ser feito. Isso só transfere a encrenca para mais adiante.

E há ainda o chefe que responde: “Se você não está satisfeito com seu salário, a porta de saída é logo ali”.

Essa é uma resposta clara e definitiva, mas o efeito dela é previsível: um subordinado descontente, não somente por ter seu pedido negado, mas também por ter sido tratado sem nenhuma consideração.

Como negar um aumento de salário?

Certa vez eu li a história de um chefe que sabia como negar um aumento com classe. Ele dizia ao solicitante: “Para lhe dar um aumento, eu preciso apresentar uma proposta para a aprovação do meu superior. Para fazer isso, eu preciso que você me prove que pode ganhar mais. Então, eu autorizo você a procurar outro emprego. Se você conseguir uma proposta com um salário maior, eu tenho quase certeza de que meu superior concordará em cobrir a proposta. E se ele não concordar você sairá no lucro, porque poderá mudar de emprego ganhando o que merece.”

Nos quatro anos em que ele chefiou o departamento, nenhum subordinado dele conseguiu trazer a tal proposta da outra empresa, e essa era a melhor maneira de o chefe demonstrar, sem precisar dizer, que a empresa estava pagando o que o subordinado realmente valia no mercado.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com