E se o seu funcionário passar mal? Qual é o seu plano B?


logo_planoB

Dias atrás, após o nosso tradicional lanche de domingo, sai com meus amigos para tomar um açaí, um costume bem tradicional aqui na minha cidade.

Quando chegamos ao local e fizemos nosso pedido, para nosso espanto, coisas aparentemente fáceis de serem feitas não chegavam nunca.

Depois de esperarmos por cerca de 50 minutos, um de nós resolveu ir até o balcão para reclamar sobre a demora. O dono do local, que tranquilamente estava no caixa, informou a ele que a demora se devia ao fato de que uma de suas funcionárias havia passado mal e por isso teve que ir embora repentinamente. Dessa forma, a cozinha, que já contava com um número reduzido de funcionários, ficou desfalcada.

Vale frisar que tudo isso aconteceu em pleno domingo, o horário de maior movimento desse tipo de lugar.

E para quem pensa que minha turma foi a única a reclamar, está enganado. De 5 em 5 minutos uma reclamação surgia. Alguns também alegando a demora excessiva, outros por erros na elaboração dos pedidos, etc…

Agora vem minha colocação:

Problemas iguais a esse são totalmente previsíveis, pessoas passam mal o tempo todo!

A questão é, sabendo disso, quais atitudes o dono do local deveria ter tomado para contornar esse tipo de problema?

Talvez ter disponível no sistema uma lista de pessoas que poderiam ser contratadas de emergência, talvez até poderia ser alguém da sua família.

Ele também poderia começar a avisar sobre o problema para todos os clientes que chegavam para fazer seus pedidos…

Enfim, isso é administrar.

Quem não age assim, com medidas preventivas, está apenas brincando de ser empresário…


Newslatter

Comentários

  1. […] E olha que eu nem estou ganhando nada pra dizer isso heim? É apenas uma forma de expressar gratidão por todas as vezes em que fui bem recepcionado por eles. Faria isso com qualquer outra empresa, para o bem ou para o mau. […]

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com