[Resenha] Encantamento – a arte de criar emoções, ideias e atitudes vencedoras


Encantamento é definido por Guy Kawasaki, autor do livro, como o processo de levar as pessoas a se deliciarem com um produto, um serviço, uma organização ou uma ideia. Resumidamente, o encantamento é responsável por transformar situações comuns em relacionamentos duradouros, ou seja, é responsável pelo processo de transformar clientes ocasionais em evangelistas da marca.

encantamento

Guy Kawasaki é considerado um dos maiores especialistas de tecnologia e marketing do mundo. Foi autor de vários livros best-sellers, aliás, todos os seus lançamentos são tratados com grande alvoroço pela mídia especializada. É ainda um requisitado palestrante, tendo discursado nos maiores eventos sobre gestão do mundo (por aqui ele palestrou em 2012 na HSM), foi também responsável pelo marketing do primeiro Macintosh, lançado pela Apple em 1984.

Confesso que tantas qualificações me fizeram criar uma grande aura em torno desse livro, que, no entanto, mostrou-se muito aquém do que eu imaginava (explico isso no final).

Aqui vai um pequeno resumo:

Começando o encantamento

Para encantar as pessoas você precisará convencê-las a sonhar o seu sonho, fascina-las para que elas decidam ficar com você. Precisará divulgar seus interesses, divulgar sua causa. Se você for um apaixonado por aviões, mostre essa paixão em fotos e frases no Facebook, crie um blog e compartilhe seu conhecimento, FORNEÇA CONTEÚDO e não apenas mais uma foto do seu animal de estimação ou do seu prato de comida do final de semana.

Deixe sempre claro quais são as suas intenções, pois sempre haverá pessoas que estarão questionando sua credibilidade, tentando lhe derrubar e te desmotivar. Além disso, se você estiver tentando encantar e conquistar as pessoas por amor a uma causa, a divulgação das suas intenções será uma ótima propaganda positiva.

Quais são suas paixões? Seguir a sua paixão torna você mais interessante, e as pessoas interessantes são mais encantadoras. Tornar a sua causa publica significa que você acredita tanto nela que não tem vergonha nenhuma de se expor.

Se você puder mostrar ao publico que outras pessoas estão abraçando a sua causa, você poderá convencê-las a abraça-la também.

Encantando pessoas

O primeiro passo para encantar alguém é conquistar sua simpática, porque os antipáticos dificilmente encantam alguém. Para causar uma boa impressão, são necessários quatro passos: o seu sorriso, as suas roupas, o seu aperto de mão e o seu vocabulário. Simples não?

Busque interesses em comuns com as outras pessoas, os melhores negociadores gastam 40% do seu tempo de preparação buscando interesses comuns com a outra parte. Vendedores são especialistas nessa técnica. Em seu primeiro contato o cliente, buscam pistas para saber pelo que a pessoa se interessa (futebol, pescaria, livros, etc)

Utilize a internet para encontrar algo em comum, as paixões em comum removem barreiras. Todo mundo é apaixonado por alguma coisa. É sua tarefa descobrir pelo quê.

Construa uma rede de relacionamentos, em uma boa rede de relacionamentos você está sempre pensando sobre como poderá ajudar as pessoas ao conhecê-las. Você deve construir pontes, criar conexões. Se você conhecer alguém que sabe que poderá ser útil para algum outro amigo, tente aproximar essas pessoas.

Aproxime-se das pessoas. O fator mais importante para determinar se você se conecta com as pessoas é apenas a proximidade. Siga o exemplo da Zappos, na qual os empregados trabalham em um ambiente aberto, com poucas paredes que podem ser personalizadas.

ambiente-zappos

Ambiente da Zappos, dá para acreditar?

Encantando funcionários

Comemore o sucesso da sua empresa com seus empregados. Uma vitória pode superar centenas de perdas, e por isso, comemorar o sucesso é uma forma poderosa de encantar os empregados. Sempre dê crédito a todos os envolvidos. As comemorações devem ser divertidas e legais, e não extravagantes e luxuosas. Existe uma grande diferença entre essas duas opções, você deverá saber distingui-las

NUNCA peça para alguém fazer algo que você não faria.

Ao final de cada dia, os bens mais preciosos de sua empresa vão embora para casa. A dúvida é se eles retornarão na manhã seguinte, portanto, lembre-se das palavras “nós precisamos de você”. Reflita, quantas vezes você já ouviu isso do seu chefe? Ou quantas vezes você já disse isso para o seu funcionário?

Encantando chefes

Quando o seu chefe lhe pedir um favor, largue tudo o que você estiver fazendo e faça o que ele lhe pediu, essa é a melhor forma de encanta-lo. Prometa pouco e entregue muito. Em projetos longos, demonstre que você está fazendo progresso. Faça de suas vitorias a vitória do seu chefe. Esqueça as fantasias de aparecer mais do que ele, substitui-lo ou supera-lo.

Conte as más noticias o mais rápido possível, pois os bons chefes querem ter tempo para resolver o problema. Ao conta-las, não culpe ninguém pelo que aconteceu, aliás, não conte apenas as más noticias, apresente também sugestões para resolver o problema.

Dicas para você encantar

Busque metas. As empresas e as pessoas que não possuem metas, ou que não as comunicam, são mais difíceis de serem compreendidas, pois os seus clientes ou as pessoas que elas desejam encantar não sabem ao certo o que eles desejam.

Desafie a multidão. Ir junto com a multidão poderá lhe levar a caminhos que todos já chegaram. A multidão poderá te conduzir a fazer escolhas ainda piores, chegando ao total fracasso. NÃO

TENHA MEDO DE IR CONTRA O SENSO COMUM.

Seja um herói. Significa fazer coisas incríveis, correndo grande risco e que demonstram coragem e força sob condições extremas. Seja um herói consigo mesmo e para os outros. Hoje, com a ajuda da internet, pequenos atos heroicos podem alcançar visibilidade sem precedentes, e eu não estou falando de salvar pessoas de incêndios e sim de coisas simples, como prestar um excelente atendimento quando o seu cliente mais precisa.

herois anônimos

Heroísmo anônimo

Diversifique a sua equipe. Uma equipe diversificada faz o encantamento durar, porque pessoas com formações, perspectivas e habilidades diferentes mantêm uma causa fresca e relevante. Ter indivíduos que ofereçam vários pontos de vista dentro de sua organização pode ser recompensador.

Conclusão

O livro carece de estudos científicos que serviriam para embasar o ponto de vista do autor, os poucos que ele apresenta são estudos já bastante conhecidos na área do marketing. Ainda apresenta diversas descrições de características na forma de “bullets” que mais lembram uma apresentação de Powerpoint (vide foto abaixo), deixando o livro com cara de autoajuda.

bullets

Esse livro é recomendado para os iniciantes em marketing, entretanto, se fosse para recomendar uma obra parecida, indicaria o livro Vai Fundo! de Gary Vaynerchuk, que escreve de uma forma bem mais descontraída e interessante.


Newslatter

Comentários

  1. […] tema escolhido foi uma mistura de Marketing Pessoal com o livro Encantamento, de Guy Kawasaki, que eu já havia resenhado por aqui. Apesar do título soar como auto ajuda ou […]

  2. […] Título: Encantamento: a arte de criar emoções, ideias e atitudes vencedoras Tema: Marketing/Carreira Sinopse: O Encantamento, como o define Guy Kawasaki, guru bestseller do setor empresarial, não envolve a manipulação das pessoas, mas sim a transformação de situações e relacionamentos. Converte a hostilidade em civilidade e a civilidade em afinidade. É responsável por converter os céticos e os cínicos em adeptos e os indecisos em partidários fiéis. O Encantamento pode ocorrer durante uma transação no varejo, uma negociação no mais elevado nível corporativo, ou em uma atualização do Facebook. Quando praticado de forma correta, torna-se mais poderoso do que a persuasão, a influência ou as técnicas de marketing tradicionais. […]

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com