Entenda por que você NÃO deveria sentar no fundão


fundão

Atenção galera do fundão, dá só uma olhada no texto de hoje!

Os autores do livro Desvendando os Segredos da Linguagem Corporal (livro que eu recomendo no meu Curso de Oratória), elaboraram um estudo para saber se o lugar em que as pessoas se sentam em uma sala de aula ou auditório de fato ajuda ou não na retenção do conteúdo transmitido pelo orador.

Os resultados estão na figura abaixo:

O Efeito Funil

O Efeito Funil nas Apresentações

Eles concluíram que as pessoas que se sentam na área do “funil” são as que mais participam, mais interagem com o apresentador e mais se recordam do que foi discutido.

Em compensação, os que ficam no fundo ou nas laterais são os menos participantes, os mais propensos a atitudes negativas e os menos capazes de recordar os temas da discussão.

O fundo da plateia proporciona além disso, mais oportunidade das pessoas se distraírem, de dormirem, de rabiscarem alguma coisa ou de conversarem entre si.

E não é só isso, os autores também afirmam que a sua postura diante de uma apresentação também interfere no quanto de conteúdo você retêm, como por exemplo sentar de braços e pernas cruzadas.

Em poucas palavras, poderíamos concluir o estudo da seguinte forma:

Se ao assistir uma apresentação, você resolver sentar no fundo ou nas laterais da sala, e também resolver permanecer a maior do tempo de braços ou pernas cruzadas, você deixará de reter cerca de 60 a 72% do conteúdo que está sendo apresentado.

Ficou assustado? Então espera aí que tem mais…

A cultura brasileira como agravante

Agora vamos sair da teoria e ir direto para a prática.

Um fato que eu sempre achei interessante na cultura brasileira é tentar entender o por que de nós reagirmos inversamente ao que o estudo sugere. Digo isso pela minha própria observação in loco.

Quando sou convidado para dar palestras em eventos, procuro sempre chegar com pelo menos 15 minutos de antecedência afim de testar todos os equipamentos e poder bater um papo inicial com alguns dos ouvintes.

Dessa forma, não foram poucas as vezes em que presenciei que os primeiros a chegar no auditório resolveram escolher os piores lugares para sentar, ou seja, as laterais e o fundão.

Repare no que estou dizendo e tire a prova você também.

A princípio, entende-se que se eles foram os primeiros a chegar, eles são justamente os mais interessados pelo assunto, sendo assim, a lógica me diz que eles deveriam escolher os melhores lugares para se sentar, que como já vimos, são bem em frente ao palco, próximo ao palestrante.

Parando para analisar, cheguei a uma breve conclusão de que esse costume de sentar no fundão provavelmente advém da nossa época de ensino médio, onde os que sentavam nas primeiras carteiras da sala eram malvistos pela grande maioria dos colegas, com direito a apelidos ofensivos e atiradas de papel na cabeça.

067f9b77f92f472f7fc3429ecc9295bb3b97b781

Ou seja, essa é mais uma herança do nosso falido sistema educacional que acaba limitando, mesmo que inconscientemente, boa parte dos nossos futuros profissionais.

E você, também se senta no fundão? Qual a sua justificativa para escolher esse lugar?

Bom, se esse é o seu caso, espero que com esse texto eu tenha conseguido quebrar essa barreira em você.

Grande abraço!


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com