Me escolhe! Me escolhe!


me-escolhePessoas criativas ou aquelas com algo a dizer acreditam que têm de esperar para ser escolhidas. Em sua infância, elas foram moldadas por seus pais e professores que só podem expressar suas opiniões se forem autorizadas para tal.

Existe ainda outro agravante. Associamos a iniciativa ao risco de fracassar, e querendo ou não, todos nós fomos treinados para evitar o fracasso. É  por isso que tantas pessoas vivem a esperar.

Autores de livros, por exemplo, esperam ser escolhidos por um agente, e depois por um editor. Então vão agitar as coisas para que sejam escolhidos pelas grandes livrarias, para que alcancem os leitores que, finalmente, lerão seus livros.

Empreendedores muitas vezes encontram-se esperando para ser escolhidos por um investidor. Eles precisam dessa seleção para validar seu trabalho e de fato começar a construir um negócio.

Funcionários esperam ser escolhidos para uma promoção, ou para falar durante uma reunião, ou para liderá-la.

Alunos esperam ser escolhidos para liderar um projeto, para escrever um artigo em algum evento importante ou mesmo para apresentar um seminário de um trabalho em grupo que muitas vezes ele escreveu sozinho.

Cantores esperam ser escolhidos pelo Neymar para dançar sua música após um gol.

Seja escolhido e tudo acontecerá sozinho.

“Me escolhe! Me escolhe!”

“Me escolhe! Me escolhe!” é uma atitude que reconhece o poder do sistema e passa a outra pessoa a responsabilidade, que é sua, de iniciar. Ou melhor, é uma atitude que passa a culpa de você para os outros.

Se você não for escolhido, a culpa é deles, e não sua. É assim que surgem frases do tipo: “se ao menos eles me escolhessem, eu poderia apresentar o meu projeto que tenho guardado para melhorar essa empresa, mas como não escolhem, ele vai continuar engavetado”.

Se você for escolhido e falhar, então a culpa também é deles, certo? Afinal, eles que disseram que você é bom. As pessoas são assim, adoram passar a batata quente para outra pessoa.

Em um mundo carente de iniciativas, o meu recado para você é: rejeite a tirania da escolha e escolha você mesmo.

Ou será que você só é proativo na hora de preencher e entregar o seu currículo?


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com