[Evento] Congresso de Marketing & Vendas – EcommerceBrasil


congresomkt

Quem me acompanha no Facebook ou no Instagram pôde ver que essa semana participei de um evento maravilhoso chamado Congresso de Marketing & Vendas, promovido pelo site EcommerceBrasil. Como foi o primeiro Congresso de abrangência nacional que compareci, muitas expectativas foram geradas e também correspondidas.

O evento reuniu cerca de 800 pessoas que se acomodaram no luxuoso motel Unique, na cidade de São Paulo. Como eu acho que fui um dos únicos a ir até lá sem o intuito vender nada, consegui me concentrar exclusivamente nas palestras. O resumo que segue abaixo é o resultado de minhas anotações e percepções que fiz e tive ao longo de todas as palavras.

Aproveitem!

Consumo multi-telas: Qual a influência do digital nas vendas físicas?
Carolina Rocha, Industry Analyst Manager, Google
Palavra-Chave: TENDÊNCIAS

A palestra da Carol, a primeira a se apresentar, foi bem conceitual e amplamente valiosa. Ela dividiu seu tempo para falar sobre três assuntos: Conexão Democrática, Hipermobilidade e Influência do Digital na Loja Física.

No primeiro deles, a palestrante abordou sobre o crescente acesso da classe C no ecommerce brasileiro, que hoje já representa cerca de 55% do total das vendas. Já no segundo, ela discursou sobre o crescimento das compras feitas através de Smartphones. Em suas palavras, enquanto as vendas via Desktop se mantêm estáveis, as que são feitas via móbile estão crescendo exponencialmente. Para finalizar, o assunto escolhido foi à conexão existente entre loja digital e loja física. Foi passado o exemplo de algumas lojas puramente digitais que estão abrindo lojas reais, sobre a dificuldade de integração de estoques entre loja física e virtual, além de abordar a questão sobre como tratar o consumidor que chega até a loja e compara o produto da vitrine com o que acabou de ver na internet. Em ambos os temas, o desafio foi lançado: qual loja está preparado para enfrentar essas novas realidades?

A importância do varejo na economia do Brasil
Luiza Trajano, CEO, Magazine Luiza
Palavra-Chave: OTIMISMO

Luiza se tornou uma espécie de mascote para o Magazine Luiza. Seu carisma e seu jeito simples de falar conquistou rapidamente a plateia. Seus erros de português eram tratados com muito bom humor e todos sempre caiam nas gargalhadas, pois isso não tirava em nada o brilho de sua apresentação. O foco da sua palestra foi basicamente prestar algumas lições de otimismo nos espectadores, já que, como sabemos bem, 2015 será um ano difícil para o nosso país. A palestrante demonstrou bom conhecimento sobre estatísticas e dados do mercado varejista no Brasil, porém, na minha opinião, a palestra teve um tom excessivo de autoajuda. Honestamente, pouco me agregou…

Experiência do cliente no varejo online: o que pode ajudar a vender mais e melhor
Horácio Soares, Product Owner Mobile, Hotel Urbano
Palavra-Chave: Usabilidade

O tema abordado pelo palestrante foi sobre como otimizar seu site para uma melhor navegação, e, consequentemente, uma melhor conversão. Horácio demonstrou várias pesquisas e testes A/B do qual mostraram que simples alterações podem trazer significativas mudanças sobre as vendas. Como em qualquer palestra sobre o tema, a principal dica foi para que todos sempre TESTEM as funcionalidades do seu site. Nunca tenha uma funcionalidade como verdade absoluta, tudo deve ser questionado por meio de testes A/B. O engraçado dessa palestra é que, ao mesmo tempo em que o conteúdo foi o seu ponto forte, ele também foi o seu ponto fraco. Ao que tudo indica, devido a alguns atrasos do evento, o palestrante teve seu tempo reduzido, e por isso acabou atropelando o seu vasto número de slides, que tranquilamente ultrapassou os 50, um exagero para a meia hora de palestra que ele tinha disponível.

Pinterest para E-Commerce – Como o Pinterest direciona as vendas online
Ricardo Sangion, Country Manager, Pinterest Brasil
Palavra-Chave: COMERCIAL

Nessa palestra, Ricardo procurou demonstrar algumas dicas simples sobre como utilizar o Pinterest para potencializar a visibilidade do seu site e assim otimizar suas vendas. Sinceramente, achei que ela acabou pecando por ser extremamente comercial, além de superficial. Faltou aprofundar um pouco mais sobre o conteúdo passado, faltou dar mais exemplo, faltou mostrar mais dados, enfim… Entretanto, depois de assisti-la, algumas ideias sobre como eu poderia usar o Pinterest para ajudar a organizar o meu conteúdo profissional surgiram. Nessa parte valeu a pena.

Prefiro o StoryDoing ao StoryTelling.
Rony Meisler, CEO, Reserva
Palavra-Chave: AUTENTICIDADE

Indiscutivelmente, a melhor de todas. O carioca Rony se apresentou ao público com um jeito todo despojado, o que nada mais é do que o próprio DNA da marca que ele criou. Uma palestra com início, meio e fim, como tem que ser. Foram apresentados dois estudos de casos interessantíssimos, um no qual ele teve que solucionar o problema de quando um ex-traficante apareceu na televisão sendo preso usando uma camisa da Reserva, e o segundo no qual a marca elaborou uma campanha derrubando o preconceito das pessoas sobre as minorias, como cadeirantes, tatuados, judeus, etc..

Ao final, ainda deu tempo de fazer duas perguntas para ele. Uma sobre como a marca reage ao mercado de falsificações, e a segunda sobre como eles conseguiram criar valor para vender uma camiseta a um preço médio de R$220,00, do qual ele sabiamente se esquivou hehehe.

A estratégia de atendimento e relacionamento nas redes sociais e o reflexo direto no e-commerce
German Carmona, Diretor de Marketing e E-Commerce, Air France KLM
Palavra-Chave: PRESENÇA DIGITAL

Uma frase me chamou muita atenção nessa apresentação: “Todas as campanhas da KLM são pensadas para as redes sociais. Vocês não vão ver a gente na TV“. E foi realmente isso que ele quis provar. Como se trata de uma marca global, com 9 milhões de seguidores no Facebook, as ações apresentadas foram de alta complexidade. Apesar de sua apresentação ter alguns pontos desconexos, os cases sobre os virais foram bem exemplificados e o palestrante conseguiu provar o seu valor.

Ray-Ban – Insights de criação de marca. O paralelo entre o preço, a cultura e o valor
Davi Miyake, Gerente Geral, Ray-Ban Brazil
Palavra-Chave: ATEMPORAL

Davi mostrou muito conhecimento e tranquilidade em sua apresentação. Seu tema foi desenvolvido em cima da questão: “por que a Rayban atinge pessoas tão diferentes (idade, estilo, cultura)? Porque ela quer ressaltar quem você é!” Apesar de várias justificativas dadas pelo palestrante para justificar o valor da marca, para mim a questão de todo esse sucesso é uma só, a RayBan consegue surfar perfeitamente na onda da publicidade gratuita gerada pelas celebridades que diariamente são fotografas usando os seus produtos. Para se ter uma ideia, a única estratégia de produto mostrada na palestra foi a questão da atualização constante de seus principais carros chefes, O Aviator e o WayFarer. A RayBan basicamente atualiza o estilo dos óculos, suas cores, etc, mas não meche de forma alguma em suas armações, estratégia parecida com a que é utilizada pelas Havaianas, por exemplo.

Otimização de performance no e-commerce com painel de bordo e decisões baseadas em dados
Vitor Veneroso, Gerente de Criação – Foto e Vídeo, Decathlon Brasil
Palavra-Chave: MÉTRICAS

Foi a mais básica de todas. Vitor mostrou em seus slides alguns prints de métricas de ecommerce que a Decathlon utiliza em seu site, como número de visitantes divididos por departamento, ticket médio, origem das visitas, etc… Além disso, o palestrante ainda pediu para que os espectadores tivessem uma atenção especial ao índice de rejeição de determinadas páginas e produtos. Na Decatlhon, quando esse índice está elevado, eles praticamente revisam toda a página, atualizando a descrição do produto, o layout, e qualquer outra coisa que eles acharem necessário. Como o público presente no evento era composto em sua grande maioria de especialistas em ecommerce, creio que o seu conteúdo não causou tanta surpresa, e consequentemente, tanto impacto, quanto imaginado.

Palestra de encerramento: Branding & Vendas – onde estão as oportunidades de convergência, interação e conversão nas vendas
Bruno Campos, Diretor de E-Commerce, Nike
Camila Beauclair, Diretora de Marketing Digital, Nike
Palavra-Chave: DECEPÇÃO

A mais decepcionante de todas. Com exceção dos vídeos das principais campanhas da marca que foram mostrados, e nesse quesito a NIKE é indiscutivelmente a melhor, a palestra foi frustrante. Digo isso porque a própria apresentadora, no começo do evento, fez questão de ressaltar que essa seria a primeira apresentação da Nike em um grande evento do ramo no Brasil, e isso foi repetido várias e várias vezes. Porém, acho que ela esqueceu de uma regra de ouro nos negócios, quanto maior for a expectativa criada, maior será a responsabilidade em cumprir com o que foi prometido. E definitivamente não foi isso o que aconteceu. Só para deixar claro, essa não é uma opinião isolada, após terminar o evento, diversos participantes também partilharem desse meu sentimento.

Enfim, apesar de não ter vendido nada (diretamente), valeu a experiência. Mal posso esperar para ir ao próximo evento e contar as novidades aqui para vocês!

diegoandreasi_congressomkt

Abraços!


Newslatter

Comentários

  1. […] primeira viagem esse ano foi direto para o Congresso E-Commerce Brasil, em seguida fiz o Curso de Vendededor para Gerente de Clientes da BizRevolution, e agora, para […]

  2. […] eles: Curso de vendedor para gerente de clientes – BizRevolution/São Paulo; Congresso Ecommerce Brasil – São Paulo; Curso Imersão em Empreendedorismo – Fundação Estudar/São Paulo. Ir […]

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com