Facebook cobrará taxa dos desenvolvedores de jogos que utilizam o seu site


Facebook-cobrara-taxas

Saiu no site da ISTOÉ Negócios uma notícia sobre o Facebook que deixou muita gente “surpresa”

Com o título de O Pedágio Esperto a matéria conta sobre a taxa que o Face cobrará dos desenvolvedores de jogos que utilizam seu site para vender moedinhas virtuais, como é o caso da tal “fazendinha”

Retirei alguns pedaços do artigo para comentar logo abaixo

O site comandado por Mark Zuckerberg decidiu obrigar o uso de sua moeda virtual em jogos e acendeu o sinal de alerta em empresas do mundo inteiro. O site criado por Mark Zuckerberg decidiu que, a partir de 1º junho, todos os jogos baseados em sua plataforma deverão usar uma moeda virtual, batizada de Facebook Credits.

Assim, todas as transações financeiras realizadas em jogos na rede social, como o Farmville e Cytiville, que são propriedade de outras empresas, deverão usar a moeda do Facebook. Mas, a partir de 1º de junho, ele vai cobrar uma taxa de 30% de cada transação feita com sua moeda virtual.

A verdadeira intenção do Facebook ao cobrar taxas

A questão espantou os criadores de aplicativos porque o Facebook sempre estimulou o uso de sua plataforma e nunca ameaçou cobrar por isso. Foi uma maneira de seduzi-los, permitindo que o site pudesse contar com uma vasta gama de aplicativos em seu ambiente, tornando-o mais atraente.

O problema é que, ao ancorarem seus aplicativos no Face, na expectativa de que nunca teriam de desembolsar um só centavo por isso, as empresas ficaram atreladas ao site. Assim, levaram consigo para lá conteúdo, negócios e seus consumidores.

O que me deixou inconformado com o caso foi dizer que os desenvolvedores dos jogos não esperavam que o Facebook algum dia cobrasse alguma taxa dessa fortuna que eles faturam.

Levando em conta a história do Facebook, onde o fundador traiu o próprio amigo e co-fundador do site, o que eles esperariam acontecer com suas empresas que de certa forma cresceram as custas do Facebook?

Agora somos obrigados a ler essas matérias onde esses desenvolvedores se sentem “injustiçados” com tais atos, e que “não esperavam” tal manobra de Mark Zuckerberg, que de certa forma também ajudaram o site a crescer levando seus clientes até ele. Ou seja, ficaram totalmente dependes do Facebook!

Os estudantes Administração sabem que esse tipo de estratégia tem um principal risco, o de futuramente ficar dependente do seu antigo parceiro e precisar acatar suas ordens. Mas esse risco é básico, me lembro de aprender isso no primeiro ano da faculdade! Agora esses executivos vêem até o público dizer que sentem-se injustiçados e que jamais esperariam tal atitude? Não dá para engolir! Não dá para engolir!

Agora resta esperar até o dia 1º de junho para ver o que acontece. Na minha opinião o Facebook está coberto de razão em cobrar tal taxa, e na sua?

Abraços


Newslatter

Comentários

  1. Anonymous diz:

    Nunca tenha um só cliente, mesmo que ele praticamente sustente a sua empresa. O risco de ficar sem nada é eminente.

  2. Concordo, lembro que ouvi meu Professor falar isso no primeiro termo da Faculdade

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com