Hey você, muito obrigado por ser leitor do meu blog


alogio-automatizandoToda vez que eu vou falar sobre liderança ou marketing pessoal em algum evento eu costumo questionar as pessoas com as seguintes perguntas:

Quem aqui costuma elogiar o seu funcionário pelo bom serviço que ele executou? Dar um parabéns por ele ter alcançado as metas estipuladas pela empresa?

Quem aqui já elogiou o garçom pelo bom atendimento que recebeu? Ou o cozinheiro pela excelente comida que fez? Ou seu filho por se dedicar tanto aos estudos? Ou o seu cliente pelo fato dele ser seu cliente? Acha isso um absurdo? Eu não.

Infelizmente poucos costumam levantar as mãos. Talvez julgamos essas atitudes como mera obrigações e não como algo engrandecedor, o funcionário está sendo pago para executar o seu serviço da melhor forma possível, assim como o garçom ou o cozinheiro, não é mais do que a obrigação deles fazerem isso, não é mesmo?

A impressão que dá é que nos sentimos seres superiores e que proferir um elogio para alguém faz nos sentirmos rebaixados. “Imagine só, eu, doutor que sou, elogiar um mero pintor de paredes, nunca!”

Que pensamento mais ultrapassado!

As maravilhas psicológicas que um elogio pode produzir são imensuráveis, não tenho nenhuma dúvida ao afirmar que o elogio é um poderoso fator motivacional dentro e fora do ambiente de trabalho. Pode anotar, um elogio vale muito mais do aquela gorjetinha que você dá para o seu funcionário comprar a cerveja de sexta-feira.

Lembre-se, o funcionário que é motivado apenas na base do dinheiro, na primeira proposta que ele receber pagando alguns reais a mais do que ele já ganha, pode ter certeza, ele não hesitará em abandonar o barco.

Da próxima vez que você notar alguma atitude fora do convencional, mesmo que a pessoa esteja sendo paga para isso, siga o meu conselho, tente elogiá-lo, com o tempo você irá se acostumar e verá que é mais fácil e prazeroso do que parece. Pense nisso!


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com