Impondo Dificuldades Para Superar Limites


Dificuldades

Folheando mais uma vez o bom livro do Técnico Bernardinho Transformando Suor em Ouro, vi uma frase que me lembro de ter utilizado em um trabalho para um evento da Faculdade sobre superação, a frase diz o seguinte:

“É IMPORTANTE CRIAR DIFICULDADES PARA OS QUE TÊM TALENTO. AS FACILIDADES OS LIMITAM”.

No livro, o treinador conta a história de que, após vencer o Campeonato Mundial de Vôlei em 2002 na Argentina, para evitar a acomodação dos jogadores, a Seleção Brasileira passaria a treinar uma hora antes do que de costume, os treinos passariam a começar as 8:00 horas, e não mais as 9:00.

Houve protestos por parte dos jogadores, mas a vida continuou, até que, no final do ano, após uma nova conquista de um Título Mundial, agora no Japão, o treinador surpreendeu a todos e avisou que o treino não mais começaria as 8:00 horas, e sim as 7:00 horas da manhã.

Seu argumento é que assim evitaria as chamadas “zonas de conforto”, queria evitar que os jogadores pensassem que suas metas já tivessem sido atingidas, e ainda faz a seguinte comparação:

“Para um garoto convocado pela primeira vez, se você diz que o treino começa as 7:00 horas, é possível que ele pergunte “Não pode ser as 5:00?”. Ele quer melhorar, está animado e cheio de gás. Já para um campeão do mundo, é possível que ele diga “E porque não as 10:00?”. Como já alcançou o seu objetivo de ser campeão, sua tendência é relaxar.”

Impondo Dificuldades Para Superar Limites

Usei essa pequena história para ilustrar como os jogadores tiveram sorte em contar com um Técnico tão preparado e focado quanto o Bernardinho, e disse para os alunos presentes, que também exerciam um papel de liderança em sua empresa, e para os professores, que se propusessem a fazer o mesmo.

Muitas vezes, vemos aquele funcionário ou aquele aluno que desponta com um potencial visivelmente acima da média, que está “animado e cheio de gás”, porém, o mais fácil para nós é tratar a todos da mesma maneira, como se todos tivessem o mesmo potencial, temos receio da pessoa em questão achar que estamos te perseguindo, não queremos ter essa responsabilidade.

Sem perceber, perdemos uma grande chance de nos mostrarmos como um verdadeiro mentor e deixamos escapar a chance de lapidar um grande talento.

Bernardinho nos mostra isso com outra brilhante frase: “DEVE-SE EXIGIR MAIS DE QUEM TEM MAIS A DAR”, porém alerta: É FUNDAMENTAL CONHECER AS PESSOAS PARA MOTIVÁ-LAS”, ou seja, as pessoas só irão se sentir a vontade para aceitar criticas e cobranças quando existe uma confiança mutua, e quando ela está verdadeiramente comprometida com os resultados.

Como recomendei aos professores, se você sabe que o aluno é bom, peça trabalhos extra-sala, incentive-o a fazer pesquisas, recomende livros, de começo ele pode até achar um exagero da sua parte, pode achar que você o está perseguindo, mas conforme o tempo for passando e o resultado for acontecendo, ele ficará eternamente agradecido e você verá que a lição foi gratificante.

Fica a dica.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com