[Resenha] Jogando para Vencer – John Wooden


6d93f2a19bbd7418b9fab1e2acf4148bJogando para Vencer é um dos livros da coleção esportiva de lições de liderança organizados pelo então treinador da seleção brasileira masculina de vôlei Bernardinho. O livro conta as experiências vividas por John Wooden, considerado o treinador do século pela ESPN, e que levou o time de basquete universitário da UCLA a 88 vitórias consecutivas e a conquista de 10 campeonatos nacionais, sendo 7 deles em sequência. (Imagine só o meu glorioso São Paulo com uma sequência de resultados iguais a essa?)

Em minha opinião, é um dos mais influentes livros de liderança que li em 2012. Um livro bem prático, em certas partes parece até que o próprio autor está conversando com o leitor, repleto de depoimentos de seus ex-atletas e de frases inspiradoras ditas pelo treinador ao longo de sua vida.

Apesar do título do livro dar a entender algo do tipo “vitória a qualquer custo”, seu conteúdo prega algo bem diferente disso. Para o treinador Wooden o importante não é a vitória em si, e sim o esforço empregado para obtê-la, esse por sinal é o principal tema que permeia todo o livro. Relatos de seus ex-jogadores nos dizem bem sobre a filosofia adotada pelo técnico:

“Ele ficava mais aborrecido quando ganhávamos sem usar todo o nosso potencial do que quando perdíamos fazendo o nosso melhor”

Ele nunca falava coisas como “vão lá e acabem com aqueles caras” para nos motivar. Em vez disso, dizia “quero que vocês joguem o melhor que puderem do jeito que nos treinamos”.

Para o treinador o sucesso não era medido em vitórias, placar ou campeonatos, pelo contrário, segundo ele o sucesso é a certeza de fazer o seu melhor e por isso ele está ao alcance de todos. O senso comum exaltado pela imprensa esportiva de dar glórias aos vencedores mesmo quando estes ganham sem se empenhar ao máximo mesmo enfrentando adversários fracos e de culpar o time perdedor mesmo quando este fez o seu melhor dentro do jogo era abominado pelo treinador.

A cada capítulo o treinador faz referencia ao conjunto, ao grupo, ao time. Para ele um jogador talentoso só é talentoso se este empregar o seu talento em beneficio do time. O time deve estar sempre acima de qualquer individualidade.

Wooden era descrito por ser uma pessoa que vivia com coerência ao que dizia, algo que me fez lembrar a filosofia adotada por Joseph Guardiola em seu tempo de treinador do Barcelona. Para eles não é possível cobrar disciplina de um time se você como líder do grupo se demonstra uma pessoa indisciplinada.

Não há como cobrar pontualidade se você chega atrasado aos treinos. E não há como cobrar companheirismo se você gosta de se aparecer mais do que os outros. Mais uma vez, isso é comprovado em um relato de um ex-comandado seu:

Ele não apenas dizia como algo deveria ser feito. Ele mostrava, ficava na quadra conosco nos treinos, demonstrando tudo o que queria que fizéssemos. Isso era importante, vê-lo ali fazendo as coisas.

John Wooden

Aliás, um de seus métodos para conseguir a confiança dos jogadores era dar atenção as suas vidas particulares, com questões que nada tinham a ver com o treino, como por exemplo perguntar a eles antes do treino: “Como vai seu pai?” ou mesmo “Seu irmão está se saindo bem na nova escola?”

Boa parte do livro descreve item por item algo que o treinador chamou de Pirâmide do Sucesso. São diversas características que compilam a filosofia de liderança do treinador Wooden. Em seu livro Transformando suor em ouro, Bernardinho também faz uma referencia a pirâmide de Wooden, teoria que ele usa como base para montar a sua “Roda da Excelência”. Sobre a pirâmide, o treinador dizia:

“Eu não pedia aos jogadores que recitassem nem que a soubessem de cor. Ensinava a pirâmide sobretudo por meio do meu próprio comportamento, das minhas ações.”

Pirâmide do Sucesso

Frases marcantes

Diferente de outras resenhas feitas por mim, separei uma série de frases ditas ao longo do livro que não serão interpretadas. Deixo para o leitor essas reflexões.

A gentileza é uma atitude poderosa. Sem ela, sua liderança se resume a vigilância e a sua equipe se transforma em um grupo de prisioneiros acorrentados aos outros.

As cobranças, por mais duras que possam parecer, serão sempre aceitas se houver confiança. Vão falar de você se exigir demais deles e, se não exigir o suficiente também,. De um jeito ou de outro, falarão de você. Então é melhor exigir muito.

Preocupem-se com a sua preparação, não com a dos outros; com a sua atuação e não com a dos outros; com o seu esforço e não com o dos outros. Não se preocupem com eles. Deixem que eles se preocupem com vocês.

A arrogância decorre da sensação de que já não é mais necessário se preparar e melhorar o desempenho. Na minha opinião, quem age assim já é um perdedor.

Para se conseguir qualquer coisa como líder, é preciso acreditar verdadeiramente no que se faz. Se você mesmo questiona suas atitudes, então certamente sua equipe também ira questiona-las e você terá sérios problemas.

Levando em conta que esse livro deve ter influenciado e muito a postura do técnico Bernardinho, ficou muito claro entender do porque ele ter cortado o então melhor levantador de vôlei do mundo Ricardinho nas vésperas das Olimpíadas de 2008, no episódio que foi considerado como um dos mais polêmicos do vôlei brasileiro nos últimos anos. Fica ainda mais claro compreender a incompatibilidade de valores entre jogador e técnico ao ler a biografia do próprio Ricardinho.

Recomendo a todos!


Newslatter

Comentários

  1. […] Título: Jogando para vencer Tema: Liderança Sinopse: Organizado pelo técnico Bernardinho, o livro apresenta a filosofia de John Wooden e sua chamada ‘Pirâmide do Sucesso’. Ao longo do livro, o treinador brasileiro conta como foi influenciado pelos princípios de Wooden e aprofunda as questões consideradas mais importantes abordadas por ele. Nas palavras de Wooden e nos depoimentos daqueles que fizeram parte de sua história é possível conhecer o homem que priorizou o caráter, o bom senso e a retidão, se dedicou ao trabalho, à família e aos fundamentos do basquete e se tornou referência no esporte e na vida. […]

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com