Marketing de Oportunidades, como aproveitá-las?


marketing-de-oportunidades

Esse é um assunto do qual eu já queria ter comentado por aqui há muito, muito tempo atrás, mas que por determinados motivos, que nem eu mesmo sei responder quais são, acabei adiando e deixando para escrevê-lo apenas no final do ano, uma pena.

Considero o Marketing de Oportunidades como uma das técnicas mais fáceis e eficazes de combater diretamente os achismos da Administração Amadora, algo que julgo como a filosofia desse blog.

Fugindo dos conceitos filosóficos e acadêmicos e partindo logo para o que interessa, considero uma Oportunidade de Marketing bem aproveitada quando o gestor de uma empresa consegue preparar antecipadamente alguma ação específica de Marketing pelo simples fato de conseguir identificar previamente algum acontecimento futuro que ocorrerá em um determinado ambiente de mercado (calma que prometo exemplificar logo abaixo).

Nesse caso, as técnicas de Marketing utilizadas não são de grande complexidade, a questão está no tempo no qual elas são aplicadas. Nessa estratégia, antecipar-se a concorrência, portanto, é algo fundamental.

Exemplificando o Marketing de Oportunidades

Vou citar um exemplo pessoal.

Mês passado, aqui mesmo em Presidente Prudente, interior de São Paulo, houve uma grande festa que há muito tempo estava sendo aguardada pela região, ela acontece apenas uma vez por ano e atrai muitos jovens de diversas cidades. A festa teve duração de dois dias, e, no primeiro deles, era obrigatório ir trajado com roupas inteiramente brancas.

Você deve estar se perguntando onde é que o Marketing entra nessa história, vou explicar.

Ao dar uma olhada nas principais lojas da cidade frequentadas pelo público alvo da festa, como as localizadas no Shopping, você não via nenhuma loja com a vitrine decorada com manequins de roupas brancas, não havia nenhuma divulgação em nenhum lugar, nenhum folheto na cidade e nenhuma estratégia de divulgação no Facebook estava sendo feita. Bom, aí está uma grande oportunidade de Marketing perdida.

marketing-de-oportunidades

Simples assim…

Como se não bastasse, no mês seguinte aconteceu algo parecido, só que desta vez a festa é o tradicional Baile do Havaí. Resolvi dar uma volta no centro da cidade há uma semana antes do evento em busca de qualquer (qualquer uma mesmo) camisa florida, pois esse traje também é obrigatório nessa festa.

Para o meu (não) espanto, simplesmente não havia nenhuma loja em todo o centro da cidade com algum chamativo para essa festa, poderia ser algo simples, como alguns cabides pendurados em frente à loja contendo camisas e vestidos floridos, ou alguma pessoa de traje havaiano entregando panfletos e divulgando a loja nas ruas, porém, simplesmente não encontrava-se nada.

marketing-de-oportunidades

Simples assim, parte dois….. 

Como mencionei no inicio do texto, não se trata de quais técnicas serão utilizadas, que podem ser as mais simples possíveis, e sim, no tempo em que elas serão colocadas em prática. E

ssas lojas, em vez de antecipar-se a concorrência, preferem divulgar suas promoções a um ou dois dias antes do evento acontecer, e o que podia ser uma exclusividade de escolha por parte dos consumidores indecisos, torna-se um emaranhado de barulho, onde todas anunciam suas promoções ao mesmo tempo.

Uma completa falta de visão de mercado eu diria.

O Marketing de Oportunidades exige visão

Ainda falando de Presidente Prudente, há meses atrás foi divulgada a data do tão aguardado Vestibular de Medicina da cidade, porém, até hoje, há poucos dias antes do evento, não vi nenhuma ação de Marketing de nenhum Hotel da Cidade para aproveitar essa oportunidade.

Não é difícil de imaginar que uma grande parte desses vestibulandos deve procurar informações de algum hotel  da cidade no Google, porém, ao pesquisar por lá, não vi nenhuma ação específica feita para atrair a atenção desse pessoal de fora, aliás, tem hotel que nem site possui!

Entretanto, o ambiente de marketing não é formado apenas por eventos regionais. Vou citar um outro exemplo mais amplo.

É de sabedoria geral que a grande maioria dos brasileiros compõe-se de um público que é fortemente influenciado por novelas. Esse ciclo é bastante conhecido… quando passa algo de diferente na novela, pode esperar que pouco tempo depois irá virar moda nas ruas.

Me recordo por exemplo, do tempo que estava passando o grande sucesso da Globo “O Clone”. Tal novela, que teve sua trama baseada nos costumes Indianos, teve como protagonista a personagem Jade, vivida por Giovanna Antonelli, e que fez um tremendo sucesso com suas roupas típicas e véus coloridos. Pouco tempo depois, a demanda por esses produtos explodiu repentinamente, porém, ao dar uma olhada nas lojas, pouca coisa indiana encontrava-se disponível.

marketing-de-oportunidades

Sucesso na TV, dificuldade nas ruas..

Resumindo, muito atenção ao tempo de sua campanha, porque afinal, nem todas as estratégias de marketing dependem exclusivamente da criatividade.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com