O meu professor inesquecível


professor-inesquecivel

Como eu já havia comentado com vocês no meu primeiro post de 2016, nos próximos 2 anos eu estarei cursando o meu mestrado em Educação. E como não poderia deixar de ser, o meu blog, que nada mais é do que uma extensão do meu estilo de vida, receberá alguns textos que fugirão um pouco da área corporativa.

O primeiro deles refere-se a uma atividade sobre o tema “o meu professor inesquecível”. Basicamente, nos foi solicitado que desenvolvêssemos uma curta redação sobre determinadas características de algum professor que havia marcado nossas vidas.

Ao ler o texto, vocês poderão compreender que muito do que eu sou hoje como docente deve-se a essa figura emblemática que tive em minha vida. Se tivesse que resumi-lo em uma única palavra, talvez ela seria disciplina.

Sem mais delongas,

Com vocês, o meu professor inesquecível

O meu professor inesquecível me ensinou que a sua principal função como docente não era o de pegar leve com as pessoas, mas sim de torná-las seres humanos melhores, pessoalmente e profissionalmente, e por isso ele não se importava muito com popularidade, mas sim em obter o máximo de respeito.

O meu professor inesquecível devolvia os trabalhos que não eram entregues de acordo com as normas da ABNT e tão pouco se importava se algum componente de um grupo faltava quando tinha que apresentar algum seminário.

“Vocês terão que falar a parte dele mesmo assim, se virem, isso não é problema meu”, essas eram as suas palavras quando algum aluno ia correndo até ele no início da aula para choramingar.

É claro que ele não fazia isso por maldade, sua justificativa era que futuramente, quando estivéssemos trabalhando em alguma empresa, era exatamente dessa forma que as coisas funcionariam, ele só estava adiantando um pouco as coisas.

O meu professor inesquecível parava as apresentações dos grupos para fazer perguntas aos alunos que estavam mexendo no celular, ele exigia a atenção de todos, pois para ele isso era uma questão de respeito ao próximo, e desse valor ele não abria mão de jeito algum.

Pelo seu jeito de agir, o meu professor inesquecível era difícil de ser convidado para ser o professor homenageado da turma, mas quando algum aluno tinha um problema profissional para resolver, ele sempre era o primeiro a ser consultado.

No período em que fui seu aluno, esses duros ensinamentos eram difíceis de serem digeridos. Ou melhor, incompreensíveis seria a palavra mais adequada.

Mas hoje os tempos são outros, foi só após adquirir a experiência de vida e bagagem profissional necessária que eu percebi o quanto esse professor foi importante em minha vida. Tanto que eu resolvi prestar essa singela homenagem a ele.

O meu melhor professor foi inesquecível não pelo fato de passar todo mundo nas provas, ele foi inesquecível porque suas lições foram inesquecíveis, e disso eu nunca irei me esquecer.

E você, já pensou nas características do seu professor inesquecível?


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com