O silêncio não é prova de amizade, mas sim um ato de covardia


12039485_876351855805872_2610035486513884054_nO seu professor tem que acreditar muito no seu futuro para dizer que o seu trabalho está
ruim e que você tem condições de fazer algo melhor na próxima vez, porque nessa a sua nota será vermelha.

O seu chefe tem que confiar muito no seu trabalho para dizer que o seu relatório não está digno de ser apresentado ao cliente e que você precisará refazê-lo, caso queira continuar trabalhando na empresa.

O seu amigo tem que ser muito seu amigo para te dizer que a sua atual namorada está te traindo e que você merece coisa melhor.

A sua companheira ou companheiro tem que gostar muito de você para te dizer que você engordou e que é melhor você tratar de exercitar-se.

É uma pena pensar que você cresceu acreditando justamente no contrário, que o silêncio é uma prova de amizade, pois já que ninguém está falando sobre você ou sobre suas atitudes, é sinal de que tudo está indo muito bem.

Não, meu amigo, não mesmo. O silêncio não é sinal de companheirismo, mas sim de covardia.

Quem te quer bem vai dizer que o for preciso para que isso aconteça, custe o que custar, pois ele estará disposto a aguentar as consequências, sejam quais forem elas.

Mesmo que isso custe caras fechadas e conversas secas.

Mesmo que isso custe perder a sua amizade por algum tempo.

Quem gosta de você, e só quem verdadeiramente gosta de você, vai te dizer essas coisas.

Mas se você preferir o silêncio, tudo bem. Eu admito que viver uma vida baseada em ilusões é bem mais fácil, ainda mais em nossa atual sociedade, onde todos frequentemente postam notícias de que as coisas sempre estão funcionando na mais completa ordem.

Porém, aos meus amigos, a verdade sempre será dita.

Custe o que custar.

Porque nada menos do que isso me interessa.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com