Premiações e Apple, uma parceria de sucesso?


premiacoes-e-apple

Ultimamente tenho reparado e me impressionado bastante com a falta de criatividade por parte das empresas nos prêmios oferecidos em seus concursos e promoções. É fácil reparar que os produtos criados pelo falecido Steve Jobs levam extrema vantagem nessas premiações. A Apple é quase que unanimidade!

As que possuem um pouco mais de dinheiro em caixa não hesitam em oferecer IPad’s aos seus clientes, já as micro empresas, sem tanto orçamento assim, preferem oferecer algum produto da família Ipod, é um mundo de “I” ‘s que consolidam a igualdade entre as empresas. Desafio você a fazer esse teste para confirmar com seus próprios olhos se o resultado não condiz com o que estou falando.

Toda vez que me deparo com uma promoção assim eu me pergunto, onde é que foi parar a criatividade desse pessoal?

É claro que ganhar um produto que todos estão desejando no momento, como um IPad, é algo sensacional, mas, por que será que nenhuma empresa consegue pensar fora da caixa quando o quesito se refere a premiação de suas promoções?

Será que elas pensam que se o seu concorrente está oferecendo um IPhone4, a melhor saída para ela seria oferecer um IPad 5? Talvez algumas pensem ainda que é melhor ganhar na quantidade do que na qualidade e correm para oferecer dois IPhone 4!

E se resolvermos mudar o escopo desse processo e passarmos a não mais oferecer produtos como prêmios, e sim uma experiência?

Uma resposta para essa pergunta pode ser encontrada no livro Design Thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias, de Tim Brown.

Nele o autor cita de uma forma bem convincente que experiências são mais impactantes, geram mais comentários positivos e se disseminam de uma forma mais rápida e mais ampla do que simples produtos, características que são fundamentais em nossa atual era de internet.

Algumas empresas especializadas no assunto já oferecem prêmios como uma volta em uma Ferrari, um salto de para quedas ou até mesmo fazer seu cliente executar uma missão do famoso personagem de cinema James Bond.

Infelizmente, essas corajosas iniciativas ainda são poucas no mercado, mas quando aparecem, chamam grande atenção da mídia, que sempre está a procura de novidades. Acredito que este tipo de serviço terá uma grande procura em um futuro próximo.

ferrari

Agora eu fiquei doce…

Com base em minhas leituras, elaborei um simples gráfico, representado logo abaixo, que demonstra a equação entre o grau de excitação (uma mistura de felicidade, surpresa, excitação) e o tempo de duração que os produtos e os serviços geram nos consumidores.

produtos_servicos

Nota-se pelo gráfico que o “grau de excitação” dos consumidores com os produtos atinge um pico maior, porém, no longo prazo, os serviços diferenciados tendem a se disseminar e permanecer nas lembranças das pessoas por um tempo muito maior, afinal, ter um IPAD 2 quando todos já possuem um IPAD 3 não é tão interessante, já um salto de para quedas sempre será uma salto de para quedas.

Pensar de forma diferente, isso é Marketing.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com