[Resenha] Como fazer amigos e influenciar pessoas


fazer-amigos-e-influenciar-pessoasTarde de sexta, resolvi tirar o pó de uns dos primeiros livros que comprei, COMO FAZER AMIGOS E INFLUENCIAR PESSOAS, de Dale Carnegie, um Best Seller clássico.

Vou tentar fazer um resumo de alguns princípios descritos no livro nesses dias que se seguem, vamos lá

Parte I – Técnicas fundamentais para influenciar pessoas

Princípio 1 – Não critique, não condene, não se queixe

Me identifiquei muito com esse capítulo, afinal, segundo meus amigos, eu sou o tipo de pessoa que só consegue enxergar problemas. Aos poucos venho pensado mais antes de criticar alguém, porém o hábito, como o próprio livro já diz, é difícil de ser deixado para trás.

O autor diz que faz parte da natureza humana o culpado querer culpar todos, menos a si mesmo. Culpas e críticas sem justificativas tendem a não levar a lugar algum, temos que ter em mente que a pessoa que vamos condenar e criticar, provavelmente se justificara, e como forma de se desvendar, também nos condenará.

Nos primeiros anos de faculdade infelizmente não levei este princípio comigo, sempre visualizava um jeito de criticar uma explicação de um professor ou amigo, antes mesmo de terminarem o seu ponto de vista, achava que assim sairia ganhando, percebi tarde que, criticar por criticar, não leva ninguém a lugar algum.

O livro traz uma passagem interessante do ex-presidente Benjamim Franklin, que responde a pergunta “Qual o segredo do seu sucesso?” da seguinte forma:

“Não falarei mal de nenhum homem, apenas falarei tudo de bom que souber de cada pessoa”

Logo abaixo o autor faz a seguinte observação :

Qualquer idiota pode criticar, condenar e queixar-se – e a maioria dos idiotas faz isso.
Mas é preciso ter caráter e autocontrole para saber perdoar

Confesso que muitas vezes o velho hábito de procurar críticas em tudo quanto for lugar ainda faz parte de mim, é difícil engolir as palavras quando “eu sei que a pessoa está errada”, mas quem foi que me disse afinal que o certo da historia sou eu?

Principio 2 : Aprecie honesta e sinceramente

fazer-amigos-e-influenciar-pessoasO capítulo 2 é muito simples e objetivo, nele o autor afirma, baseado em diversos outros autores, que o único meio (legalmente falando) de se conseguir alguma coisa de outra pessoa, é primeiramente dar o que ela quer. Pare e reflita na frase, o único meio (legalmente falando) de se conseguir alguma coisa de outra pessoa, é primeiramente dar o que ela quer. Simples não? Mas afinal, o que é que todos querem?

O autor cita uma lista de 6 desejos que rodeiam a vida de qualquer ser humano, mas concentra-se no que considera o mais difícil de ser satisfeito, trata-se do “Desejo de ser importante”.

Algumas pessoas chegam a perder a sanidade em busca de satisfazer esse desejo, é o que cita o autor em um de seus exemplos. Ao perguntar para um importante médico americano “qual a causa da insanidade?”, ele expõe a seguinte conclusão… “muita gente se torna assim porque encontra na insanidade a satisfação da consideração que sempre almejou e que não teve facilidade de encontrar no mundo real”, ou seja, não conseguem satisfazer o seu desejo de ser importante no mundo real e a partir daí, criam um mundo onde nele sentem –se realizados.

Exemplificando, a pessoa passa a vida tentando ser um de jogador de futebol, repleto de riqueza, poder e prestigio. Não consegue ter seu sonho realizado e acaba fantasiando um mundo onde neste, ele é o grande astro do mundo da bola, o novo Pelé. É claro que esse é um exemplo de um caso extremo, mas que não deixa dúvidas de que acontece.

Essas pessoas, assim como eu, se esquecem que para fazer alguém sentir-se importante, basta na maioria das vezes, dizer algumas simples palavras, ou menos ainda, dizer um simples elogio.

Acontece que o mal hábito, e eu não escapo disso, nos leva a sempre querer achar o lado negativo de alguma atitude ou personalidade de uma pessoa, poucos são os que conseguem enxergar virtudes em pessoas ou atos que a primeira vista parecem não agradar.

O livro nos traz uma frase de Charles Schawb, um importante executivo conhecido pela sua forma de tratar as pessoas que diz:

“Não há meio mais capaz de matar as ambições de um homem do que a critica… Nunca critico quem quer que seja. Acredito no incentivo que se da a um homem para trabalhar… Se gosto de alguma coisa, sou sincero na minha aprovação.”

Porém, há um detalhe na frase de Schawb, repare que no final aparece as palavras “sincero na minha aprovação”. É exatamente neste ponto que o autor nos chama a atenção, que são os elogios sinceros, e não bajulações baratas, uma das formas mais simples de fazer com que uma pessoa alcance o seu “desejo de ser grande”.

Quero concluir deixando uma mensagem para você que deseja fazer amigos e influenciar pessoas, não se esqueça, todo mundo deseja ouvir uma palavra que o valorize. O funcionário que cumpriu com sua obrigação, o seu filho que terminou o seu dever, até mesmo aquele vendedor que soube escutar as suas necessidades. Fuja do velho pensamento “não é mais que a obrigação deles”, pensar assim não te levará a lugar algum.

Principio 3 – Desperte um forte interesse nas pessoas

fazer-amigos-e-influenciar-pessoas

Dentre os 3 princípios postados, este sem dúvidas é o mais interessante. Logo de cara o autor já começa com as seguintes palavras:

“Quando vou pescar, não penso sobre o que mais me agrada. Penso sobre a predileção dos peixes. Meu primeiro cuidado é não iscar o anzol com morangos com creme. Penduro sempre uma minhoca… e passo em frente dos peixes, perguntado-lhes “Vocês não gostariam de provar tal comida?””

E termina esta passagem com a frase: “Por que não usar o mesmo senso prático para pescar as pessoas?”

Foi refletindo sobre essa pergunta que lembrei do livro Como Conquistar as Pessoas dos autores Allan e Barbara Pease, que dizem de uma forma direta e clara que AS PESSOAS NÃO ESTÃO INTERESSADAS EM OUVIR VOCÊ FALAR SOBRE SUA VIDA,ou sobre os SEUS problemas, enfim, o que motiva as pessoas a conversarem é falar sobre elas mesmas!

Pare para pensar e veja se não é verdade. Algumas linhas a frente Carnegie ainda conclui:

“O único meio existente na terra para influenciar uma pessoa é falar sobre o que ela quer e mostra-lhe como realizar a sua vontade.”

Não acredita? Então, da próxima vez que você conhecer uma pessoa, se você costuma monopolizar as conversas, contando da sua vida, de suas viagens, o que você fez no seu dia, comece a se interessar mais por ela, peça para falar de sua vida, faça ela contar do que gosta de fazer, etc.. Teste e comprove se não é a mais pura verdade.

É natural que todo mundo queira se engrandecer perante os outros, mas não se esqueça, AS PESSOAS NÃO ESTÃO INTERESSADAS EM OUVIR VOCÊ FALAR SOBRE A SUA VIDA.

Grave isso e veja a mudança de rumo que suas conversas irão tomar.

Abraços!


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com