[Resenha] Reinvente sua empresa – Mude sua maneira de trabalhar


Com toda a fama por sair como o grande vencedor do renomado prêmio de “Livro do ano” na categoria de negócios em 2010 pelo site 800-CEO-Read, cheguei até esse livro através de inúmeras recomendações, mas que infelizmente, não conseguiram corresponder com a expectativa. O livro Reinvente sua empresa: mude sua maneira de trabalhar é bom, nada de extraordinário, apenas bom.

Reinvente sua Empresa - Jason Fried_imageEscrito pelos fundadores da bem divulgada empresa de softwares 37 Signals, os autores Jason Fried e David Hansson tentam compartilhar através do livro as práticas que fizeram com que sua empresa alcançasse o reconhecimento mundial no ramo em que atuam. Por contrariar tudo o que é costumeiramente divulgado no mundo dos negócios, o livro tornou-se extremamente polêmico, e foi justamente esse o principal detalhe que resultou o seu sucesso.

Demonstrando uma clara falta de embasamento científico (possui apenas duas folhas de referências, a título de comparação, os dois últimos livros que li, A lógica do Cisne Negro e Rápido e Devagar: duas formas de pensar, tinham aproximadamente 50 folhas cada um), a obra soa como algo do tipo “nós fizemos assim e esse é o nosso jeito, adote ele em sua empresa e você provavelmente vencerá”. Sem sombra de dúvidas esse é o principal ponto negativo encontrado.

O ponto forte fica pelo fato da obra ser composta por diversos tópicos curtos, dos quais vários deles eu transformarei em posts aqui no blog futuramente, e que devido a essa simplicidade, torna a leitura fácil e prazerosa.

Algumas rápidas ideias retiradas do livro, separadas por capítulo:

DESMITIFICANDO

Aprender com os erros é fundamental, mas eles não são um pré-requisito para o sucesso. Os erros servem para nos mostrar o que não devemos fazer de novo, mas não nos mostram o que ou como fazer futuramente. É preciso entender essa diferença.

Planos de negócios a longo prazo não passam de palpites. Isso acontece pois o planejamento a longo prazo envolve fatores demais que estão fora de suas mãos e, portanto, fora do seu controle.

Cuidado com os workaholics (pessoas que são viciadas em trabalho). Eles fazem com que os funcionários que não ficam até tarde se sintam improdutivos por trabalharem “somente” durante o expediente normal. Isso gera culpa e desanimo generalizado. Não é porque você trabalha mais que efetivamente você estará sendo mais produtivo. O verdadeiro herói chega em casa mais cedo, pois descobriu um jeito mais rápido de concluir o trabalho.

MAOS À OBRA

As melhores empresas são aquelas que conseguem deixar sua marca no Universo. Isso não quer dizer que é preciso descobrir a cura para o câncer, apenas sentir que seus esforços são válidos. Um bom teste para isso é confirmar se alguém sentiria falta de seus produtos ou serviços quando você parar de fazer o que faz.

A forma mais fácil e direta de criar um ótimo produto ou serviço é fazer algo que VOCÊ queira utilizar. Dessa forma, você projeta alguma coisa da qual entende e percebe imediatamente se será útil ou não. Concordo, de fato o motivo de tantas startups explodirem nos últimos tempos foram pelo fato de seus fundadores não conseguirem achar a solução para seus problemas em nenhum lugar.

Comece logo fazendo alguma coisa, não fique se enganando com desculpas. Saiba que o momento perfeito nunca chega. Você sempre vai se considerar muito jovem, velho, pobre ou alguma outra coisa para ir à luta.

Saiba sempre por qual motivo você está lutando. Quando você não sabe no que acredita, qualquer argumento passa a ser válido, dessa forma, tudo vira motivo para debate. Entretanto, quando luta por algo em que você acredita, as decisões passam a ser óbvias, não há debates desnecessários e as respostas para sua equipe se tornam claras.

A missão da sua empresa deve INCORPORAR as atitudes dela, NÃO SEJA UM HIPÓCRITA Se não for por incorporar os valores da sua missão, então a refaça ou retire-a. Não existe coisa pior do que cartazes que se vangloriam de oferecer o melhor serviço, mas que só existem para enfeitar a parede porque soam falsos e desconectados da realidade. Algo que acontece frequentemente com os bancos brasileiros.

AF_Qd_Missao_texto

Missão Santander: Só faltou trocar o logotipo do banco por uma cara de palhaço

Abra uma empresa, não uma startup. Preocupe-se sempre com o lucro desde o primeiro dia, uma empresa sem um plano para dar lucro não é uma empresa, é um hobby. Esse é um tópico bem polêmico, visto que as principais empresas de tecnologia de hoje como Twitter, Facebook e Youtube abriram suas portas sem saber como iriam arrecadar suas primeiras receitas.

PROGRESSO

Crie meio produto, não um produto meia-boca. Ninguém consegue fazer tudo o que quer e ainda fazer tudo benfeito. Já é difícil ter sucesso em uma coisa só, que dirá em 10 coisas ao mesmo tempo. Para alcançar a excelência é preciso cortar todos os itens que são apenas bons. Diretores cortam boas cenas para lançar um grande filme, músicos descartam faixas boas para fazer um disco excelente, e a GE vendeu todas suas empresas das quais não possuía o 1º ou 2º lugar do mercado. FOCO FOCO FOCO.

Não de atenção excessiva a um problema, simplesmente corte-o. Faça como o chef Gordon Ramsay, que ao visitar restaurantes à beira da falência, não procura melhorar o cardápio atual, e sim cortá-lo. Apenas depois disso é que ele começa aprimorar o que restou. Um erro comum quando algo não da certo é querer mobilizar toda a sua equipe para solucionar esse problema, gasta-se tempo, dinheiro e gente parar melhorar algo que poderia ser simplesmente cortado.

Venda seus subprodutos. Subprodutos são produtos que são gerados a partir da produção do produto principal. TODA EMPRESA POSSUI ALGUM SUBPRODUTO, pois não é possível fabricar uma coisa só. Madeireiras vendem serragens e pedaços de madeira, usinas de cana-de-açúcar utilizam o bagaço da cana como energia e prestadores de serviços vendem palestras e treinamentos.

PRODUTIVIDADE

Diminua a papelada. Empresas ineficazes estão imersas em pilhas de documentos burocráticos que só servem para fazer as pessoas perderem tempo. São relatórios que ninguém lê e gráficos que ninguém estuda, tudo isso leva um enorme tempo para ser produzido, mas segundos para ser esquecido. É o velho problema de chefes ultrapassados que obrigam seus funcionários a anotarem as ligações que fazem e os xerox que tiram com o argumento de que isso servirá para diminuir o desperdício.

A interrupção é inimiga da produtividade. Você já reparou que o período que o seu trabalho rende mais é de noite ou de manhã cedo? Isso não é por acaso, essas são as horas em que não há mais ninguém por perto para te interromper.

Para resolver problemas, o bom já basta, pare por aí. Quase sempre é possível transformar o razoavelmente bom em ótimo mais tarde. A melhor solução para um problema não significa que ela seja a mais inteligente.

Celebre as pequenas vitórias de forma rápida. Projetos longos drenam os ânimos e desmotivam a equipe. Como solução, procure desmembrar projetos longos em pequenas metas possíveis de serem alcanças e comemoradas. Planejar um cardápio durante um ano é maçante. Lança-lo, servir os novos pratos e receber opiniões é estimulante. Então não espere demais.

Desistir não é motivo para vergonha. As pessoas associam desistência a fracasso, mas às vezes é exatamente isso que se deve fazer.

Durma bem. As pessoas que dormem pouco sofrem de excesso de teimosia, falta de criatividade, irritabilidade e falta de motivação.

CONCORRÊNCIA

Não imite. Imitadores são sempre retardatários, nunca lideram, só seguem. É preciso entender como algo funciona ou por que é do jeito que é. Quando somente se copie e cola, o aprendizado se perde. Deixe-se influenciar, mas não roube nada de ninguém.

Se você acha que o produto ou o serviço de um concorrente não presta, não guarde a opinião para si. FALE. Ter um inimigo rende uma boa história para contar aos clientes.

Não se importe excessivamente com o que os outros fazem. Concentre-se na sua empresa, nos seus clientes. Quando você fica se preocupando com os outros, desperdiça um tempo valioso durante o qual poderia estar se aprimorando.

EVOLUÇÃO

Comece a criar o hábito de dizer não. As pessoas evitam dizer não para fugirem de confrontos a famosa filosofia brasileira de querer ser amigos de todos a qualquer custo. As vezes não vale a pena satisfazer alguns reclamões se isso arruinar o produto para todos os demais. Se você não capaz de atender o pedido de um cliente, diga não e explique o por quê.

PROMOÇÃO

Forme seu público. Quando se constrói um publico fiel, não é preciso comprar a atenção das pessoas com propaganda – elas se oferecem espontaneamente. Fale, escreva, publique, faça vídeos – o que for.

Compartilhe tudo o que você sabe. Essa prática é extremamente comum nas empresas americanas e muito mal vista pelas empresas brasileiras. Para nós, compartilhar informações com todos é correr um risco desnecessário. Pense nos exemplos dos chefes de cozinha, eles registram suas receitas em livros e demonstram suas técnicas culinárias em programas de TV. Se é muito mais fácil copiar uma receita do que um negócio, porque os grandes chefes ainda compartilham seu conhecimento?

 

Mostre os bastidores. Ofereça às pessoas um passe livre para visitarem sua empresa e mostre-lhes como ela funciona. As pessoas são curiosas e adoram descobrir os segredos de todo o tipo de trabalho. Ao permitir esse acesso, sua empresa poderá criar um vínculo entre cliente, funcionários e comunidades.

Ofereça uma amostra grátis (introdução) do seu produto. Faça como os traficantes, eles possuem tanta confiança no seu produto que estão dispostos a começar oferecendo uma amostra grátis. Eles sabem que o cliente vai voltar. Não tenha medo de amostras, desde que você confie no seu produto e tenha algo mais para vender.

CONTRATAÇÃO

Nunca contrate alguém para desempenhar uma tarefa antes de você mesmo tentar realiza-la. Ao colocar a mão na massa, você compreenderá a natureza do trabalho e saberá como deve ficar um serviço bem feito.

Não contrate por prazer, mas para aliviar a dor. A hora certa de contratar é quando você tem mais trabalho a fazer do que o de que você dá conta. Só quando o nível de qualidade cai é que dói de verdade. Contrate quando isso acontecer, não antes.

Não contrate quando não for preciso, mesmo que você pense que determinada pessoa oferecerá uma grande contribuição. Os problemas surgem quando se tem mais funcionários do que o necessário. Começa-se a inventar serviço para manter todos ocupados. Trabalho artificial leva a projetos artificiais.

Experiência nem sempre é tudo. A diferença entre um candidato com seis meses de experiência e outro com seis anos é surpreendentemente pequena. Dá-se uma ênfase excessiva ao tempo que uma pessoa passou fazendo algo, quando o que importa é a qualidade do que ela fez.

Todo mundo deve trabalhar. Em uma equipe pequena, é preciso contar com gente que realize trabalho, não que delegue tarefas. TODOS devem ser produtivos.

Contrate gerentes de si mesmos. Eles criam as próprias metas e as cumprem. Não precisam de alguém que os monitore diariamente.

Dê preferência a quem escreve bem. Se você está indeciso entre algumas pessoas para preencher uma vaga, contrate quem escreve melhor. Uma redação clara é sinal de ideias claras. Os bons escritores sabem se comunicar.

Use o período de experiência. Algumas pessoas conversam feito profissionais, mas não trabalham feito profissionais. É preciso avaliar o que elas sabem fazer agora, não o que disseram que sabiam fazer no passado. O melhor modo de realizar isso é vê-las em ação.

CULTURA

Não se cria uma cultura, não se força uma cultura, ela acontece sozinha. Cultura não é a confraternização de Natal e nem o churrasco da empresa, essas coisas são eventos, não cultura. Tampouco uma mesa de sinuca ou um videogame liberados a qualquer hora do dia. Cultura é ação, não palavras, sendo assim é preciso dar tempo para que ela se desenvolva.

Crie um ambiente fantástico para seus funcionários. Um ambiente assim contribui mais para a melhoria dos resultados do que muita gente pensa. Elimine qualquer tipo de diretrizes ruins, administrações medíocres e burocracias engessadas.

Quando as pessoas são tratadas feito crianças, o que se obtém é um trabalho de criança. Quando tudo requer autorização, cria-se uma cultura de seres não pensantes.

Não exagere nas regras. Não crie uma regra só porque uma pessoa fez algo de errado uma vez. As normas só se aplicam a situações que se repetem constantemente.


Newslatter

Comentários

  1. […] sua escrita é praticando. E como diria os autores Jason Fried e David Hanssson eu seu livro Reivente sua empresa: mude sua maneira de trabalhar ”uma redação clara é sinal de ideias claras. Os bons escritores sabem se […]

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com