[Resenha] Roube estas ideias: segredos de marketing que profissionais guardam para si


roube_bigSimples, prático e objetivo. Essas são as três principais palavras que definem o livro Roube estas ideias: segredos de marketing que profissionais guardam para si, do pesquisador e executivo de marketing Steve Cone. Com uma escrita um tanto quanto egocêntrica, o autor consegue,  com poucas palavras (o que é algo raro no mundo dos negócios), fornecer várias dicas que foram adquiridas durante sua longa carreira de executivo de Marketing do Citigroup, a maior empresa do ramo de serviços financeiros do mundo.

Para facilitar o meu trabalho, o próprio livro oferece um resumo em suas ultimas páginas, do qual eu transcrevo para vocês:

OS DEZ SEGREDOS QUE VOCÊ REALMENTE PRECISA SABER PARA ROUBAR IDEIAS

Três ingredientes essenciais do marketing: as campanhas de marketing bem-sucedidas possuem três ingredientes essenciais. São atrativas do ponto de vista visual, geram informação e incluem um forte apelo à ação. Juntos, esses três elementos devem fazer os espectadores ou leitores parar o que estão fazendo, prestar atenção à mensagem e agir imediatamente.

Poder da marca significa criar uma forte conexão visual: pense no caubói da Marlboro, na garrafa de vidro da Coca-Cola. A lista é interminável. Toda marca de sucesso precisa ter uma proposta de venda única, visual ou escrita, que destaque a marca entre as concorrentes e a torne especial. Essa proposta única de valor deve ser clara, concisa e entendida em sua totalidade por todos os funcionários e, você espera, também por milhões de clientes.

Não de ouvidos aos diretores de arte: eles são absolutamente contra qualquer um que realmente leia o anuncio que você gastou muito dinheiro para produzir. Insista em colocar letras com serifa e não considere o uso de um tipo vazado em branco em qualquer promoção, 98% das vezes. Muito tempo atrás, o famoso publicitário David Ogilvy escreveu: “O consumidor não é burro, ele é sua esposa. “Eu acrescentaria: “E ela tem 57 anos e não vai ler um tipo de letra pequena ou difícil de ler.”

Imite a revista People: Ela é a revista por assinatura de maior sucesso da história. Ela está baseada em quatro princípios que você deve utilizar para criar o melhor material de marketing.

Use fotos de pessoas reais, não modelos que são anônimos.
Use legenda com fotos, sempre, sempre, sempre.
Escreva de forma concisa: você não está em uma comissão governamental.
Deixa bastante espaço em branco em cada página, de modo que os olhos possam assimilar o que estão vendo.

O poder da personalidade: não há nada mais forte do que o porta-voz de uma empresa que é parte integrante de sua proposta de venda única. Essa é a forma mais eficiente de proporcionar a seu produto ou serviço as melhores chances de sucesso. Encontrar a pessoa ou o animal certo ou o personagem de animação é uma tarefa primordial que deve ser levada a sério.

Há poucos clientes que importam realmente: lembre-se como poucos clientes, na verdade, contribuem para seu salário no final do mês. Na maior parte das empresas, 10% dos clientes geram 90% da receita. Você dá atenção suficiente a esses segmentos de clientes mais importantes? Sua resposta deve ser um sono “sim” ou “estou pensando em começar amanhã!”.

A lição mais importante sobre clientes: as pessoas querem repetir a experiência que as conquistou como clientes. Se eu gostei do primeiro terno Armani que usei, é possível que eu queira outro. Se eu me apaixonar por uma BMW aos 28 anos e comprar um carro da marca, vou querer a mesma dirigibilidade e desempenho no futuro. Se eu acho que a Angelina Jolie é a mulher mais sensual do mundo, vou assistir a todos os filmes dela. Essa lei da repetida da experiência do cliente se aplica a todas as faixas etárias, todas as culturas, desde os princípios dos tempos, enquanto habitarmos neste planeta.

Grande profissionais de marketing são grande comunicadores: você nunca se tornará um astro do marketing se não aprender a gostar de falar em público. Praticamente, ninguém nasce com o dom natural da oratória. A contratação de um especialista para lhe dar treinamento é um dos melhores investimentos. Realmente vale a pena (Aproveite para ver os slides do meu curso de oratória). E, nunca, nunca faça a pose da folha de parreira, em que você fica de pé com a mão na frente de partes que não podemos mencionar aqui. Não faça isso em publico ou quando estiver andando. Essa pose quer dizer que você é fraco e vulnerável e vai fazer você parecer ridículo.

Os programas de fidelidade devem ter um valor percebido que supere o custo percebido: tenha certeza de que sua estratégia de reconhecimento do cliente gere real valor. Exemplo: se eu pago 500 reais por ano por um cartão de crédito especial é porque os benefícios que receberei por sua utilização constante vão superar esses 500 reais.

 Existem seis razões para fazer propaganda:

  1.  Motivar seu pessoal e fazer os funcionários sentirem orgulho da empresa em que trabalham
  2. Lembrar seus clientes por que eles são clientes
  3. Gerar novos leads
  4. Recrutar bons profissionais dos concorrentes
  5. Fazer-se notar pela imprensa e aumentar o share of mind do público em decorrência da visibilidade na mídia
  6. Construir a marca. Maior share of mind sempre é bom. Uma verdade universal.

Palavras finais do autor:

Não há nada realmente mais importante para o profissional de marketing do que ter o produto certo na frente do cliente certo com o menos desperdício de tempo e de dinheiro possível.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com