Teoria motivacional de Victor Vroom


Se existe um tema sempre complicado de escrever e explicar, esse sem dúvida é o que se refere às teorias motivacionais. Acredito que essa dificuldade se deve pelo fato de que nem todo mundo realmente leva a sério a questão da motivação. Aqui no blog eu já recomendei o vídeo Motivação 3.0 do Daniel Pink e também já expliquei o porquê não acredito mais na Hierarquia das Necessidades de Maslow.

Hoje vou falar sobre outra teoria menos conhecida chamada Teoria da Expectativa, criada por um pesquisador chamado Victor Vroom.

Para o pesquisador, a motivação está ligada com a escolha individual que cada um de nós pode ter sobre determinada atividade. Para ele, para uma pessoa sentir-se motivada em realizar algo, ela necessitaria ter um resultado positivo da seguinte equação:

Motivação = Expectativa x Instrumentalidade x Valor

teoria-da-expectativa

Expectativa:

A pessoa, com base na sua própria capacidade, analisa as possibilidades e toma a sua decisão se conseguirá ou não realizar o que lhe for proposto. Se acreditar que não consegue, cria-se uma grande desmotivação antes mesmo de começar a atividade.

Quem trabalha com metas conhece muito bem esse sentimento de expectativa, a alta administração precisa saber diferenciar as metas desafiadoras, que são possíveis de serem alcançadas das metas inalcançáveis, ou melhor, alcançáveis apenas na cabeça da cúpula administrativa, que são totalmente contraproducentes para os funcionários.

Se você é ou conhece alguém que trabalha no banco, pergunte qual é o sentimento que eles enfrentam quando o gerente chega de manhã com sorriso no rosto informando a todos que hoje é o dia da “campanha de seguros”.

Instrumentalidade:

É o chamado pensamento “O que eu ganho com isso?”

Dentro de uma empresa, caso um funcionário tenha a certeza de que se realizar as atividades que lhe foram propostas conseguirá uma promoção de emprego, então ele sentirá maior ânimo em realizá-las. É por isso que a meritocracia, quando bem implantada na empresa, produz ótimos resultados, com ela, os funcionários sabem que sendo produtivos, serão recompensados.

Valor:

É a balança entre os prós e contras que alguém terá ao conquistar algo.

Ex: Se eu terminar o projeto Y, receberei uma promoção. O lado positivo é que, naturalmente terei um aumento salarial, dentre outros motivadores. Já o aumento da carga horária de trabalho, e o aumento de cobranças, serão vistos como pontos negativos. Naturalmente, se os valores positivos que receberei forem maiores que os negativos, então me sentirei motivado em realizar o que foi proposto.

Cuidado porque nem tudo é tão óbvio quanto aparenta ser, há pessoas que anseiam por promoções e desafios, mas também há pessoas que se sentem felizes em permanecer na mesma função pelo resto da vida e não enxergam nenhuma razão para mudar as coisas de lugar. Você como administrador deve conhecer seus funcionários para saber como motivá-los da melhor forma.

Independente da teoria motivacional, o importante é reconhecer, e isso segundo o renomado autor Daniel Pink, que o dinheiro por si só não motiva ninguém (a não ser para tarefas puramente mecânicas), se esse não for o seu caso, ou seja, se você lidera pessoas em atividades especializadas e complexas, então procure outros tipos de incentivo, mas essa explicação eu deixo para um próximo texto.
Pessoal, como muita gente anda me perguntando sobre teorias motivacionais, e também sobre material extra de motivação, deixo abaixo um material recomendado para que vocês se aprofundem no tema ok?


Newslatter

Comentários

  1. Anonymous diz:

    Muito boa suas explicações…Realmente, dessa forma fica bem mais fácil de entender! =)

  2. Meire diz:

    muito bom…………gostei bastante

  3. Sabrina de Fatima Souza Albuquerque diz:

    Sua explicação foi excelente!!! Didática 1.000!!!!!!!!

  4. Obrigado Pessoal! Tenho que confessar que apesar de bem simples, esse é o post que mais recebe visitas no blog..

  5. robert costa diz:

    muitoo booommm!!!
    deu pra ler entender e querer se aprofundar mais por ter entendido

    1. Obrigado Robert! Não deixe de acompanhar o blog.
      Abraços

  6. Cleylson Barros* diz:

    Depois desta explicação, meu artigo acadêmico simples assim!…

  7. leandro inacio diz:

    Muito bom suscinto e objetivo.Parabéns ajudou bastante.

    1. Obrigado leandro. Não deixe de assinar o feed de notícias do blog. Abraços.

  8. Laris Bibiano diz:

    Ótima explicação, me ajudou bastante a entendero assunto.

  9. Keila da Rocha Cazé diz:

    Gostei muito… Estou precisando saber mais sobre as teorias de VROOM, HERZBERD, MASLOW. Preciso apresenta uma lauda sobre essas teorias.

    1. Olá Keila,

      Não é difícil achar material sobre as teorias de Hezberg e Maslow na internet, a mais difícil de encontrar é mesmo a de Vroom…

      Boa sorte no seu trabalho!

  10. Ana Flávia diz:

    Boa explicação!!
    Vroom também tem uma teoria de liderança, você acha que existe uma relação com a teoria da expectativa?

    1. Olá Ana!

      Infelizmente não sei te responder, pois ainda não vi a teoria de liderança dele…

      Caso você me fornecer um link de onde tenha, posso te responder.

      Abraços

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com