Tudo fica mais fácil no papel. Afinal, ele aceita tudo


papel-aceita-tudo

Eu morro de rir por dentro quando, entre amigos, os cara começam a palpitar sobre negócios.

Eles afirmam que abririam uma empresa sem ter afinidade com a área, sabem como contratar pessoas, sabem como estimar demanda de vendas, sabem como administrar capital de giro. Marketing então nem se fala! “Cria um grupo no Whatsapp, adiciona todo mundo e vai conversando, não tem erro!

Os caras são ninjas! Me causa até admiração ver como tudo é tão simples na visão deles…

Esse é mais dos fatores que desvalorizam a Administração. Todo mundo quer bancar o entendido…

É a mesma coisa de se discutir futebol em beira de bar. É impressionante como todo mundo consegue escalar a seleção brasileira.

Só tem um detalhe importante nisso tudo, e que faz toda a diferença: o tal do papel aceita TUDO.

Aí fica fácil dar uma de Steve Jobs né?

Para se ter uma ideia de como funcionam as coisas, uma vez um amigo teimava em dizer que se fosse preciso abriria um negócio que não tinha nada a ver com a sua filosofia de vida, apenas para ganhar dinheiro. Eu aleguei que seria muito difícil manter um relacionamento sincero com os clientes sem ter afinidade com eles, sem viver no meio que eles vivem. Como você pensaria em inovações se você não faz a mínima ideia das dores que os seus clientes sentem?

Mas ele continuou  lá, firme e forte, afirmando que tocaria o pau no negócio.

Eu disse, ok então, o que acha de pegarmos R$80.000,00 do seu bolso, que deve ser o dinheiro necessário para investir na abertura dessa empresa, e mandar ver?

A resposta foi um silêncio absoluto, como eu já esperava.


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com