Empresa Junior – Você pergunta e eu respondo #4


PerguntaseRespostas

Hoje foi a vez da Ana Paula me fazer uma pergunta sobre Empresa Junior. Já respondi o email e agora compartilho com vocês…

_______________________________

Oi Diego, tudo bem?

Primeiramente gostaria de elogiar seu trabalho, o acompanho e gosto bastante do que posta. Sou estudante de Administração do 1° semestre e estou fazendo um trabalho sobre empresas juniores. O Movimento Empresa Júnior não permite a remuneração direta aos membros, então muitas empresas acabam por beneficiar com créditos somente membros envolvidos diretamente na prestação do serviço, esquecendo-se de setores como RH, por exemplo.

Gostaria que você desse um depoimento sobre como acha que uma Empresa Júnior pode reter talentos praticando a remuneração não-financeira, além da experiência de mercado. Gostaria também que dissesse a importância de se participar de uma empresa júnior no cenário atual e como isso pode ajudar a conseguir um emprego. E por fim, peço sua permissão para colocar seu nome no trabalho, fazendo menção ao que irá dizer.

Desde já, obrigada!

Atenciosamente, Ana Paula.

_______________________________

Oi Ana, tudo bem? Muito obrigado pelo elogio, e mais ainda pelo contato.

Sobre Empresa Jr. eu falarei com propriedade, pois fui Vice-Presidente na minha época de aluno. Recusei o cargo de Presidente porque precisaria ficar em tempo integral na Faculdade, ou seja, 8 horas por dia. Já como vice, o tempo de permanência seria de 4 horas, nesse caso eu teria tempo para fazer outras atividades igualmente importantes.

O que vou escrever é com base na minha experiência, levando em conta o contexto de uma Universidade situada no Interior do Estado de São Paulo ok?

Esse assunto é longo, então eu vou resumi-lo em tópicos…

Sobre retenção de talentos

Se você não pode reter pelo dinheiro, você precisa reter pelo propósito, ou seja, as pessoas precisam sentir orgulho em executar suas funções enquanto membros da empresa. E é justamente aí que entra o papel da liderança na Empresa Jr. O coordenador precisa incentivar os alunos a correrem atrás de novos projetos SEMPRE, porque são poucos os que possuem a iniciativa de fazer a roda girar. Se o coordenador ficar com o pensamento de “deixar acontecer”, e isso é muito comum, afinal, os coordenadores geralmente são professores com inúmeras atividades, os alunos poderão se desanimar por não enxergarem ali uma oportunidade de desenvolvimento e crescimento. Se você não vê sentido em fazer parte do grupo, o desânimo te contamina, e o que é pior, ele é facilmente compartilhado. O coordenador é tão, ou ainda mais importante, que os próprios membros que constituem a gestão de uma Empresa Junior. Como os alunos são bem inseguros, sem um líder incentivando, pode ser que nada aconteça. E se nada acontecer, a evasão será uma triste realidade.

Sobre fazer parte da Empresa Jr.

Vejo muitos alunos enxerem a boca para falar que são membros de tal Empresa Junior, ainda mais se ela for de uma faculdade de renome. Honestamente, esse fato isolado pouco importa. O que vale mesmo é você conseguir dizer o que você fez enquanto membro. Acredite, quando você for fazer uma entrevista, pode ser que o seu futuro chefe nem saiba o que é uma Empresa Junior, para ele isso pouco pode importar. O que ele deseja mesmo é saber o que você realizou enquanto fazia parte dela.

Portanto, existem dois lado da questão. Para quem pretende virar membro, saiba que você precisará propor e participar de projetos, ou seja, precisará fazer as coisas acontecerem, pois nem todas as Empresas Juniores contam com um portifólio de projetos em andamento. Se for apenas para desfilar pelos corredores do curso usando a camiseta com o logo da Empresa Jr., sinto lhe dizer, mas você estará perdendo o seu tempo.

Os benefícios da Empresa Jr.

Um dos principais benefícios da Empresa Jr sem dúvida é a facilidade que você tem para executar grandes projetos. Digo isso pois você estará amparado pela força do nome que a sua Faculdade, e consequentemente os seus professores, irão lhe proporcionar. Fora dela, enquanto aluno, dificilmente você conseguirá organizar e preencher um evento com 500 pessoas, ou mesmo uma visita técnica em uma multinacional. Já dentro dela tudo isso é possível. Outro benefício é a rede de contatos que você forma, não só com seus professores e colegas de curso, como também com membros de Empresas Juniores de outras Universidades. É claro que para ter acesso a esses benefícios, novamente dizendo, você precisa estar disposto a colocar a cara a tapa. Se for para ficar acomodado no computador tabulando pesquisas de preço e de inflação, o benefício poderá chegar próximo a zero. Quem pensa em fazer parte de uma Empresa Junior deve sempre pensar em qual será o legado que pretende deixar. Os que conseguem fazer um bom trabalho, são eternamente lembrados pelo corpo docente de Faculdade, e isso poderá lhe abrir inúmeras portas.

Espero ter te ajudo com o seu trabalho.

Grande abraço.

_______________________________

Você também gostaria de me perguntar alguma coisa? Então basta acessar o formulário de contato e mandar ver =)


Newslatter
LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com